Instituto TIM

Comunidades online reúnem profissionais para discussões e colaboração

Além de fazer cursos, uma forma de se manter atualizado sobre assuntos ligados a desenvolvimento e programação é participar de comunidades e fóruns. Há uma infinidade de grupos de discussão (nacionais, regionais e internacionais) em que a colaboração é a regra: profissionais da área podem compartilhar novidades, tirar dúvidas e contribuir com as questões levantadas pelos colegas. As comunidades mais conhecidas são online, mas também há dois tipos de grupos que estão se tornando cada vez mais populares: os grupos de Meetup e os grupos de aplicativos de mensagens instantâneas. Saiba mais e veja sugestões de grupos para participar:

Comunidades e fóruns online
As comunidades e fóruns online funcionam em diferentes plataformas, como sites, grupos de e-mail, grupos do Google e páginas do Facebook. As discussões podem ser divididas por temas fixos ou a partir de questões e dúvidas levantadas pelos usuários. No site da rede Software Livre Brasil, é possível consultar diversas comunidades pelo Brasil e se inscrever em listas de discussões. Outras comunidades bastante ativas são SouJava e GUJ (relacionadas a Java), Python Brasil e GameDev Brasil (para desenvolvedores e programadores de jogos).

Grupos de Meetup
O Meetup é uma rede social utilizada para reunir grupos de pessoas com um interesse em comum e organizar encontros pessoalmente. E existem vários grupos de Meetup voltados a desenvolvedores e programadores que promovem eventos e encontros em todo o país. Alguns exemplos são o PHPSP (grupo de desenvolvedores PHP do estado de São Paulo), o WordPress Curitiba (grupo de profissionais e interessados em WordPress em Curitiba-PR), o GDG Natal (para quem trabalha com tecnologias do Google em Natal-RN) e o Minas da TI (para mulheres que trabalham ou se interessam por TI em Belo Horizonte-MG).

Grupos de aplicativos de mensagens instantâneas
WhatsApp, Telegram e Slack são alguns dos aplicativos de mensagens instantâneas que estão sendo bastante utilizados para grupos de discussão. Alguns deles exigem um pagamento mensal para que você participe, mas há diversas opções de grupos gratuitos. Alguns exemplos são o I Love Code (grupo do WhatsApp para desenvolvedores), o Grupy-SP (grupo do Telegram para usuários de Python no estado de São Paulo), o Python Nordeste (grupo do Telegram para participantes do evento Python Nordeste) e o São Paulo Java Meetup (grupo no Slack para participantes do grupo de Meetup de mesmo nome).

Notícias relacionadas

Um glossário para entender o universo de TIM Tec – parte II

Depois de conhecer alguns conceitos relacionados às crenças e pilares da plataforma TIM Tec e do universo dos cursos livres – educação a […]

Software livre: liberdade de uso e colaboração entre usuários

Um dos três pilares de TIM Tec é o software livre, ou seja, qualquer interessado pode instalar e modificar o software para ter […]

TIM Tec conquista 3º lugar no Prêmio ARede Educa

O Instituto TIM foi um dos vencedores do Prêmio ARede Educa 2016, que reconhece experiências e iniciativas públicas e privadas de inserção das […]

Escola de Jornalismo tem plataforma customizada com TIM Tec

A plataforma de vídeos TIM Tec, software livre desenvolvido pelo Instituto TIM, já está sendo usada por outras organizações. Entre elas está a […]